CSS: o que é e qual a sua importância na construção de interfaces atraentes Blog DNC

CSS: o que é e qual a sua importância na construção de interfaces atraentes Blog DNC

Em muitos casos, as pessoas se especializam em uma delas e dedicam seus estudos e projetos a essa função. As duas são apontadas como carreiras promissoras para o futuro do trabalho, segundo o Fórum Econômico Mundial. Descubra o que é sistema da informação, quais as principais atividades do profissional dessa área e como construir sua carreira.

Seja qual for a sua escolha entre Front-End, Back-End e FullStack, uma graduação de qualidade é essencial na sua jornada. É na faculdade que você entra em contato com as principais atribuições profissionais, além das técnicas, conceitos, metodologias, frameworks e linguagens de programação usadas pelos especialistas. Unido ao HTML e ao JavaScript, compõe a tríade básica de tecnologias voltadas à criação front-end de páginas na web. Sua criação veio da necessidade de tornar a internet mais esteticamente agradável, uma vez que o HTML só tem capacidade de criar páginas estáticas. De modo geral, podemos explicar a lógica de programação como sendo o conceito-mãe de todos os outros conceitos quando se trata de tecnologia da informação, tanto para front quanto para back-end.

O que é um desenvolvedor Back-end

Enquanto isso, o JavaScript cuida da interatividade do site e da lógica de programação propriamente dita. Ou seja, vale notar que o JavaScript é a única linguagem de programação do lado do front-end. O HTML é considerado uma linguagem de marcação; e o CSS, uma linguagem de estilo.

O CSS (Cascading Style Sheets) é uma linguagem de estilos utilizada para definir a aparência visual de elementos escritos em HTML. Enquanto o HTML provê a estrutura e o significado semântico do conteúdo, o CSS permite formatar visualmente essa estrutura, alterando fontes, cores, espaçamentos, tamanhos e posicionamento dos elementos. O HTML foi originalmente criado apenas para descrever o conteúdo, sem preocupações com a parte visual. Já o CSS veio posteriormente com o propósito específico de estilizar as páginas web, separando o conteúdo da apresentação. Dessa forma, o CSS é essencial para criar sites bonitos e com identidade visual consistente. Sem ele, as páginas ficariam simples e sem atratividade, com texto preto em fundo branco.

O que um(a) programador(a) front-end precisa saber?

Ainda que seja importante ter noção do que cada segmento faz para o alinhamento das entregas, o foco do profissional é bem distinto. Enquanto o primeiro cria a parte visual da aplicação, o segundo implementa arquiteturas para viabilizar as funcionalidades do site, sistema ou app. Seja um site, aplicativo, software, sistema operacional ou qualquer outra tecnologia, se ela https://d24am.com/economia/por-que-bootcamp-de-programacao-vai-te-fazer-um-profissional-melhor-para-o-mercado-de-trabalho/ possui um campo de interação visível ao usuário, ela precisará contar com as habilidades de um(a) programador(a) front-end. Saber Bootstrap não é um pré-requisito indispensável para um front-end, mas pode ser uma grande ajuda. Esse trabalho é feito com linguagens como HTML, CSS e JavaScript, que permitem criar elementos gráficos, estilos, animações e funcionalidades.

  • Uma pessoa com esses conhecimentos, portanto, tem a capacidade de desenvolver toda a estrutura de um website, seja a visível ou a invisível.
  • Se você está interessado em cursar uma graduação na área de tecnologia, saiba que a carreira de desenvolvimento de softwares encontra-se em ascensão.
  • Desenvolver de forma colaborativa, seguindo boas práticas e padrões que facilitem o entendimento do código por outros membros da equipe.
  • É possível se especializar em uma área, ou até mesmo nas duas, assim, será possível se conectar com a prática de como a internet e os aplicativos que vemos hoje em dia são gerados.
  • Ou seja, gerencia o processamento e o envio de dados ao servidor e a conexão com o banco de dados.

No contexto de uma empresa, o papel do Desenvolvedor Back-end é estratégico, pois eles trabalham para garantir que todos os aspectos técnicos estejam alinhados com os objetivos de negócios. Eles colaboram estreitamente com as equipes de front-end e design para criar uma experiência de usuário coesa e com os analistas de sistemas para entender as necessidades do negócio e traduzi-las em soluções técnicas. Em resumo, o Desenvolvedor Back-end é uma peça-chave para o sucesso de qualquer empreendimento digital. Eles precisam estar constantemente atualizados com as últimas tecnologias e práticas de desenvolvimento para criar soluções eficientes e inovadoras. O desenvolvedor back-end é o profissional responsável por criar e gerenciar toda a lógica, regras de negócio e funcionalidades que acontecem “nos bastidores” de um site, aplicativo ou qualquer sistema digital. Como vimos, a carreira Front-End e a Back-End requer uma bagagem de conhecimentos diferentes.

Fale com um Consultor de Carreira

Cada uma possui vantagens e desvantagens em relação ao uso no desenvolvimento web, bem como no mercado de trabalho. Portanto, podemos concluir que o front-end cuida da apresentação de um site, sua parte externa. Ambas as áreas exigem conhecimentos técnicos específicos e desafios únicos. curso de desenvolvimento web Portanto, é importante fazer uma avaliação pessoal e considerar o que melhor se adequa às suas habilidades e interesses. É comum pensar que o desenvolvimento front-end pode ser mais fácil para quem está iniciando na carreira de tecnologia, já que o trabalho é mais visual e interativo.

o'que é back end e front end

O Bootstrap já vem com um sistema de grid responsivo, permitindo que seu site ou aplicação se adapte facilmente a desktops, tablets e celulares. Este artigo explora os benefícios do Bootstrap, sua utilização, personalização e cenários ideais para implementação. Basicamente, um trabalha mais próximo ao artístico/criativo e o outro, com a correta aplicação das regras de negócio. É possível estudar programação em escolas voltadas exclusivamente à capacitação de pessoas programadoras; em workshops, cursos online, iniciativas de aprendizagem incentivadas por grandes empresas e como autodidata. Ser um programador full-stack pode trazer muitas vantagens, como ter uma visão mais ampla e completa dos projetos web, poder trabalhar em diferentes etapas do desenvolvimento e ter mais oportunidades de emprego e renda.